5 ALIMENTOS PARA COMBATER O FRIO

É o inverno, as temperaturas rondam os zero graus... Naturalmente, toda a gente recorre a um bom petisco como uma espécie de conforto... Na verdade, são muitos aqueles que pensam que comer de forma mais abundante no inverno nos permite proteger-nos contra o frio. E não é nada assim! Em caso de frio glaciar ou até mesmo durante umas férias de esqui, é inútil escolher pratos ricos em gorduras para se aquecer. Não utilize as descidas do termómetro como desculpa para a sua gulodice...

 

Deve-se comer mais e mais gorduras quando está frio?

A luta contra o frio não requer mais calorias! O nosso organismo é capaz de, graças ao seu metabolismo, manter a nossa temperatura interna, quaisquer que sejam as condições climatéricas externas: é a termorregulação. Se está frio, o metabolismo é ativado para produzir mais energia, ou seja, mais calor. Para fazer isso, ele extrai primeiro as reservas em açúcar. E assim que tenha esgotado esses recursos em glucose, o organismo irá atacar com as gorduras. Mas este mecanismo apenas intervém no caso de exposição prolongada ao frio, pelo menos, 6 ou 7 horas seguidas.

 

Deste modo, para uma exposição pontual ao frio, mesmo que seja intensa durante uma a duas horas por dia, o organismo não precisa de mobilizar as suas reservas de gordura. Esqueça este mito: mais calorias não fornecem mais energia. E embora se deva reconhecer que, quando as temperaturas estão baixas, um bom prato quente nos reconforta agradavelmente, esqueça mesmo o petisco ou o vinho quente!

 

Os alimentos contra o frio

O mel

Os melhores benefícios para a saúde são aqueles que a natureza nos fornece. O mel é a prova disso! É um aliado indispensável para combater a fadiga do inverno. As suas inúmeras propriedades benéficas deveriam implicar um consumo diário. Ele possui qualidades antimicrobianas nutricionais, energéticas. Apesar do mel ser doce, ele contém muito menos calorias do que o açúcar. Isso impulsiona o corpo, fortalece os ossos e, portanto, promove o crescimento. Ele transborda de benefícios para o corpo: potássio, magnésio e ferro, mas também proteínas e as vitaminas A, B, C e E.

 

Os frutos secos

Para os desportistas, o consumo de frutos secos é muito eficaz. A sua riqueza em glúcidos é perfeita durante o esforço. Pequenos, eles transbordam de energia. Os damascos secos, bananas e figos secos, ameixas secas, passas e outras nozes, amêndoas e avelãs fazem parte dos alimentos a promover durante o período do inverno. Eles são ricos em ácidos gordos essenciais mas também em minerais como magnésio, ferro, cobre, selénio, manganésio ou zinco.

 

Sopa de legumes

Após uma saída para o frio, a sopa é uma boa fonte de reconforto. Encontramo-la muitas vezes no menu de inverno para nos reabastecermos de fibras, vitaminas e minerais. Os legumes contêm antioxidantes e uma quantidade de outros nutrientes que garantem a proteção das células. Desfrute para variar os prazeres entre couve, alho-francês, beterraba e cogumelos. Para tirar partido destes nutrientes indispensáveis, aqui estão algumas discas:

  • Descasque os legumes no último momento

  • Limpe-os sem os deixar de molho na água

  • Limite o tempo de cozedura das suas sopas.

 

O chá verde

Excelente a todos os níveis, é um poderoso antiviral que se pode beber em caso de golpe de frio. Drenante, estimulante, adelgaçante, anti-cancro, anti-idade : os efeitos antioxidantes deste elixir de bem-estar têm muitas virtudes. O chá verde queima também a gordura, ajuda a reduzir o nível colesterol, trata os distúrbios digestivos, promove a circulação sanguínea, acelera a eliminação das toxinas. Para tirar o máximo partido dos benefícios, deve infundir o chá verde ou o chá preto em folhas pelo menos durante 2 minutos a 90°C. Quanto maior o tempo de infusão do chá verde, maior será o seu poder antioxidante.

 

O chocolate preto

São conhecidas as numerosas virtudes do chocolate para combater a ansiedade, o stress ou a hipertensão arterial. atualmente, também podemos contar com os seus efeitos antitússicos. Estudos britânicos demonstraram a eficácia de uma molécula contida no chocolate preto contra a tosse crónica. Mais uma razão para desfrutar de um quadradinho de prazer de vez em quando! Excelente remédio contra a baixa autoestima, o chocolate preto (70% de cacau preferencialmente) é rico em magnésio, um ativo ideal para reencontrar o tónus quando está frio.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
VOLTAR PARA O TOPO