Escolher bem a passadeira de corrida

(12)

Quer comprar uma passadeira de corrida mas não sabe qual escolher? Para obter as melhores sensações e responder às suas expectativas desportivas, leia este guia.

 

Antes de escolher, as boas razões para investir

  • Uma vantagem não negligenciável: a de correr… em casa e ao seu ritmo!

  • Um investimento duradouro, a longo prazo

  • Um material resistente e acessível a todos para praticar em total segurança, recomendado também para a reeducação

  • Um melhor amortecimento que nos pisos citadinos

 

Alguns critérios são indispensáveis na escolha da sua passadeira de corrida.

Em primeiro lugar, deve considerar os elementos pessoais que são determinantes na escolha da passadeira de corrida:

  • Determine o seu nível desportivo: é principiante ou experiente?

  • Defina o seu objetivo: a passadeira irá servir para uma reeducação cardíaca? Recuperar a forma? Perder peso? Como complemento de outro desporto? Uma prática ocasional, regular ou intensiva?

 

Que passadeira para que utilização?

As passadeiras de marcha e de corrida oferecem um leque variado de possibilidades de exercícios, em todas as condições meteorológicas e em qualquer momento. Com um máximo de segurança e de conforto para as suas articulações. Em função das suas necessidades, determine a utilização da sua passadeira.

 

A prática ocasional

Fala-se aqui de regressar à forma ou de reeducação. A procura do desempenho não é um critério determinante, a potência do motor não é uma prioridade.

A passadeira de marcha walk’in da Domyos é ideal para uma prática ocasional de cardio-training. Permite efetuar até 30 min de jogging, de marcha ativa ou moderada por dia.

 

A prática regular

Diz respeito aos corredores ocasionais a regulares que desejam praticar o cardio training ao domicílio. Neste caso, irá privilegiar-se uma passadeira de corrida rolante que permite realizar em média 45 min de corrida por dia como a passadeira TC 3. A potência do motor já é confortável e o utilizador pode também escolher diferentes programas de treino e uma inclinação até 10%, o que lhe permite um maior trabalho muscular das pernas.

 

A prática intensiva

Para os especialistas e adeptos do desempenho que desejam praticar regularmente, é melhor escolher uma passadeira de corrida com uma superfície adaptada a todas as passadas. Para períodos de treino longos e para uma corrida que pode alcançar os 16 km/h, opte por uma passadeira de corrida mais completa como a TC 5, equipada com soluções técnicas eficazes e com uma potência superior, propondo mais programas de treino e com um sistema de inclinação até 10%.

 

Passadeira de marcha ou de corrida?

De 1 a 8 km/h, a sua prática gira em torno de uma experiência de marcha (de "lenta" a "desportiva"). A partir de 8 km/h, a sua prática orienta-se para o jogging e depois para a corrida.

A passadeira de marcha é mais compacta que a passadeira de corrida. Existem 2 tipos: sem motor e com motor.

 

Numa passadeira sem motor, é o apoio do pé na banda de corrida que a faz avançar. Por esta razão, este tapete é inclinado, de forma a facilitar o movimento. Esta passadeira é mais leve, mas em contrapartida não há a possibilidade de marchar a direito e tem uma fluidez que pode ser limitada de acordo com os modelos (o que provoca, neste caso, mais constrangimentos nas articulações).

 

Numa passadeira de corrida motorizada, é um motor que faz a banda de corrida mover-se. Esta tem assim uma velocidade constante, que o utilizador define à sua vontade (a partir de 1 km/h). A vantagem é dupla: a possibilidade de marchar a direito e um conforto ótimo para as articulações.

Existem numerosos modelos de passadeiras de corrida. Cada passadeira está concebida para lhe oferecer um conforto de utilização numa gama de velocidade alvo, através do dimensionamento de elementos como a superfície de corrida, a potência do motor ou a estrutura. Estes elementos têm um impacto direto no tamanho do produto... e no seu preço.

 

Que caraterísticas para que benefícios?

A superfície de corrida

Quanto mais depressa marchar/correr, maiores serão os seus passos. A superfície de corrida deve assim ser adaptada à sua prática. Para marchar entre 1 km/h e 6 km/h, uma superfície de 100 cm x 40 cm pode ser perfeitamente adequada. Uma passadeira de corrida será assim perfeitamente adaptada. Para fazer jogging entre 6 km/h e 8 km/h, uma superfície de corrida de 120 cm x 40 cm irá oferecer conforto. Finalmente, para correr a partir de 10 km/h, visar 130 cm x 45 cm e mais. Nada melhor do que experimentar o produto em situação real para ficar convencido.

 

A potência do motor

Garantia da velocidade, o motor depende da utilização que deseja para a sua passadeira de corrida. Quanto mais depressa tiver de andar, mais elevada será a potência do motor.

Esta potência está também associada ao peso máximo do utilizador indicada no produto. 100 kg? 130 kg? O constrangimento será diferente. Um motor com uma potência adaptada à sua utilização irá prolongar a durabilidade do seu produto. O 1º elemento a estudar é a potência do motor "contínua" (potência que o motor pode fornecer em permanência). O segundo elemento é a potência em "pico" (potência disponível pontualmente, por exemplo numa fase de aceleração).

 

O amortecimento

Uma das vantagens "conforto" da prática em passadeira! As boas passadeiras de corrida estão frequentemente equipadas com um sistema de amortecimento, cuja sofisticação varia de um modelo a outro. Isto reduz os choques que os seus joelhos e articulações sofrem. O amortecimento deve ser adaptado à sua utilização: para a marcha, um amortecimento flexível irá fornecer-lhe um melhor conforto de articulação e uma sensação de "ressalto". Para a corrida, um amortecimento mais duro irá oferecer-lhe um máximo de impulso e de dinamismo na utilização... e menos perda de energia.

 

A inclinação

Perfeito para um maior trabalho muscular das pernas, o sistema de inclinação permite variar a prática simulando percursos em encostas. Os músculos da parte inferior do corpo (glúteos, coxas) e os da faixa abdominal (adelgaçamento) são os mais solicitados e a perda de calorias é acelerada (até 4 x mais para uma inclinação de 20% por exemplo!). Existem 2 tipos de inclinação: de regulação manual, que requer que se pare o produto para ajustar a inclinação, e de regulação automática, que permite modificá-la enquanto se pratica.

 

A consola

A consola fornece-lhe as informações de base associadas à sua prática: velocidade, distância percorrida, tempo de prática, média das calorias queimadas. Encontram-se modelos simples e intuitivos para a prática da marcha, e modelos mais "tecnológicos" nas passadeiras de corrida.

Concentre-se nos instrumentos de medida e nos diferentes programas propostos que permitem avaliar os desempenhos e o progresso, nas compatibilidades propostas (coaching ou MP3) e na facilidade de leitura das informações (tamanho de ecrã, retro-iluminação). Em função dos modelos, a frequência cardíaca estará também presente (para esta, nada de mais preciso que um cinto cardiofrequencímetro).

 

O peso máximo do utilizador

Em função dos modelos, este pode variar de menos de 100 kg a mais de 150 kg. Cada tapete está dimensionado, a nível da sua estrutura e do seu motor, para receber, em total segurança e de forma duradoura, um utilizador com um peso "máximo".

 

A estabilidade

A estabilidade de corrida depende do peso da passadeira de corrida. Quanto mais pesada for a passadeira que escolher, mais estável será, o que é uma garantia de fluidez e de conforto. A dimensão da base no chão (comprimento e largura) deve também ser considerada para uma boa robustez do aparelho.

 

Integração no habitat

Sistema de dobragem / abertura: no fim da sua prática, a maioria das passadeiras oferece a possibilidade de dobrar a superfície de corrida. Para a abrir novamente, uma assistência permite acompanhar a descida.

Algumas passadeiras oferecem também outras possibilidades: a espessura da passadeira de marcha Domyos Walk’In permite que seja arrumada debaixo da maioria das camas, para um ganho de espaço máximo!

Sistema de deslocação: a maioria das passadeiras está equipada com rodas de deslocação. Ainda assim, tenha a noção que algumas passadeiras são mais fáceis de deslocar que outras (o peso total e as zonas de preensão são elementos importantes neste caso).

 

Montagem

Prever entre 30 min e 1 h para montar a maioria das passadeiras. Ou descubra os produtos sem montagem, como os novos modelos Domyos "prontos a usar".

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
VOLTAR PARA O TOPO