ESTOU GRÁVIDA: QUE TIPO DE DESPORTO POSSO PRATICAR?

Está grávida e, para si, está fora de questão ficar nove meses sem praticar desporto? Não se precipite: fazer desporto durante a gravidez, é possível! Na condição de saber dosear o seu esforço e respeitar certas regras de precaução. É preciso saber mudar de hábitos e adaptar as suas atividades para que o bebé não corra riscos inúteis. Siga os nossos conselhos para fazer a escolha certa.

 

Desporto e gravidez: as limitações

Estar grávida não a deve impedir de se mexer! No entanto, é preciso ter consciência que uma gravidez tem os seus inconvenientes: fadiga, falta de ar, vertigens, cãibras, quedas de tensão… Esses sintomas que aparecem e desaparecem durante nove meses e que perturbam o organismo. A barriga cresce e o peso do bebé faz com que perda equilíbrio e que sinta dificuldades de locomoção. As costas doem e as pernas pesadas influenciam a disposição das mulheres... Muitas vezes o descanso é bem-vindo!

 

O melhor desporto para uma mulher grávida

A boa notícia é que existem atividades para mulheres grávidas ! Não há nada como a marcha ao ar livre para apanhar um pouco de ar fresco, a natação ou ginástica aquática para fazer exercício suavemente, a bicicleta estática  para tonificar o seu corpo e exercitar a respiração. Estas atividades são saudáveis e sem riscos durante a gravidez se forem praticadas com moderação. As adeptas de corrida poderão continuar o seu treino de corrida até ao quinto mês de gravidez, na condição de praticar em piso plano e com passada moderada.

 

No último semestre, o corpo de uma mulher grávida está mais exposto a lesões das articulações e ligamentos. Para prevenir estes acidentes: diminua os movimentos com extensão marcada, privilegie as atividades onde não há riscos de entorse (tapete ou bicicleta estática em vez de um passeio na floresta), reduza o peso das cargas levantadas nos exercícios de musculação.

 

As contraindicações do exercício físico

Em certos casos não deve continuar uma atividade física durante ou após a gravidez. Se se identificar com uma das seguintes situações, deve imediatamente contactar o seu ginecologista.

 

  • Sofreu um aborto espontâneo

  • O seu bebé nasceu de forma prematura

  • Foi avisada de um risco de parto prematuro

  • A sua placenta está numa posição rebaixada

  • Teve perdas de sangue crónicas

  • Teve problemas na zona dos rins ou na zona da articulação das ancas

  • Sofre de hipertensão

  • Está grávida de gémeos ou mais

 

Abrandar o ritmo durante a gravidez?

As mulheres questionam-se muitas vezes: é preciso abrandar o ritmo em função das várias fases da gravidez? A resposta é sim. Fazer desporto durante a gravidez é evidentemente manter-se atenta ao seu corpo e saber reduzir o ritmo quando o bebé assim o exigir. Se era uma mulher ativa antes de ficar grávida, a vontade de moderar os exercícios surgirá naturalmente: o seu peso e o «volume crescente» da barriga obrigá-la-ão a abrandar o ritmo. Durante o primeiro trimestre da gravidez, é importante evitar ter falta de ar ou afrontamentos. Durante o segundo trimestre, são de evitar os exercícios que exijam tempos prolongados de pé, pois podem reduzir o fluxo sanguíneo em direção ao bebé.

 

Um bom parâmetro

Para saber se está ou não a cometer excessos, fixe esta referência para poder praticar exercício em segurança: pratique os seus exercícios a 60% da sua capacidade cardíaca durante a gravidez.

Em todos os casos, pare de imediato se sentir: vertigens, falta de ar, sensações de desmaios, sangramentos, dificuldades em andar, contrações, ausência inabitual de movimentos do bebé.

 

Os conselhos do seu coach para adaptar a sua atividade

Para aprender a adaptar a sua atividade física durante a gravidez, siga os conselhos da Amandine, coach da Domyos club. Respeite estas regras para praticar desporto sem risco. Em todos os casos, não se esqueça de pedir a opinião ao seu médico para iniciar ou retomar o desporto.

 

  • Reduzir a intensidade do exercício/esforço => Parâmetros: conseguir conversar

  • Evitar a exposição ao calor

  • Evitar os ressaltos/choques

  • Evitar as contrações musculares do cinto abdominal

  • Pensar em beber regularmente

  • Reduzir os pesos levantados

 

O meu desporto no clube de fitness

Se seguir as recomendações do seu coach, poderá fazer quase tudo! No seu ginásio, privilegie o stepper, a bicicleta elíptica, a máquina de remo, a bicicleta estática. No que toca a aulas coletivas, pode assistir às aulas de dança, adaptando a intensidade do seu esforço ou juntando-se a um grupo de iniciação para reduzir o ritmo. As atividades de ginástica suave (yoga, pilates, stretching) são vivamente recomendadas. Esqueça os exercícios abdominais e o reforço muscular que requerem cargas.

Por fim, avise sistematicamente o professor no início de cada aula!

 

É preciso saber que: só deve tomar a decisão de praticar ou não exercício físico depois de ter consultado um médico qualificado. 

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
VOLTAR PARA O TOPO