conseils-sculpt-astuce-4-verites-sur-les-muscles-

4 verdades sobre os músculos

(2)

Na musculação, por vezes é difícil conciliar os conselhos de uns com os avisos dos outros. No meio, existem determinadas lendas que continuam a influenciar os métodos de treino dos praticantes. Para ajudá-lo a se treinar eficazmente, a Domyos levanta o véu sobre 4 ideias recebidas. Informações verdadeiras ou falsas: descubra o que é preciso saber para se muscular corretamente.

 

Ideia recebida n.° 1: séries longas para desenhar o músculo

A verdade

Quando você pretende perder a gordura que reveste o músculo, ou seja, desenhá-lo, você deve antes seguir um regime. Tal não muda em nada fazer séries curtas ou longas. As primeiras, baseadas em carga pesada, servem para o aumento de massa, as secundas, baseadas em carga leve, servem para a endurance muscular. Tanto uma como outra podem, assim, desenhar o corpo, mas em volumes musculares diferentes. Em caso de diminuição ou de aumento de massa, não é, pois, indispensável modificar o seu treino de musculação. Em contrapartida, evite ao máximo trabalhar em força durante a sua dieta. Este tipo de treino é demasiado perigoso para o organismo durante uma fase de regime. O risco de ferimento aumenta com a fadiga causada pela restrição calórica.

 

Ideia recebida n.° 2: o máximo de proteínas para se tornar musculado

A verdade

Imaginamos muitas vezes que, para nos tornarmos musculados, o corpo deve ingerir um máximo de proteínas. Contudo, tudo isso é falso! Se os profissionais consomem até 500 g de proteínas por dia, isto não é de forma alguma válido para um atleta principiante ou confirmado. A boa dose? Entre 1,8 a 2,2 gramas de proteína por peso de corpo. Por exemplo, se pesa 85 kg, deve aumentar entre 153 gramas (85 x 1,8) e 187 gramas (85 x 2,2) de proteínas. Exceder este consumo é inútil e não o ajudará a ficar com mais músculo!

 

Ideia recebida n.° 3: cargas demasiado pesadas para progredir

A verdade

Não siga os conselhos que lhe prometem bons resultados com ações negativas. No seu treino de musculação, não vale de nada levantar até falhar. Pare antes: levante todas as vezes que conseguir, mas sem ir mais longe. Dessa forma limitará a quebra e recuperará mais rapidamente. Não se esqueça de que a carga que você utiliza deverá ser, antes do mais, ligada ao seu próprio nível. Se for demasiado pesada, a execução corre o risco de ser má e causar ferimentos. Um principiante deve treinar-se necessariamente com uma carga progressiva, de modo a que o corpo se habitue. Tenha em conta que é possível seguir um mesmo programa 4 a 6 semanas antes de evoluir.

 

Ideia recebida n.° 4: o peso apenas do corpo para se muscular

A verdade

Utilizar o seu corpo como carga é um excelente meio de mudar de rotina e impulsionar a forma. Neste tipo de treino, os traumatismos musculares são menos importantes e o centro do corpo (os músculos profundos) reforça-se de forma mais intensa. Em contrapartida, tal não será suficiente para passar para o nível superior. Com efeito, se os seus músculos se familiarizam demasiado ao peso do seu corpo, que é de resto limitado, então os resultados serão cada vez menores e os benefícios estabilizam-se. Precisa de uma carga suficiente para progredir e estimular o desenvolvimento do músculo. A arma temível neste caso? A diminuição, obviamente!

 

 

 

Informações verdadeiras ou falsas, desconfie dos ruídos de corredor para progredir no seu treino de musculação. E você, tem alguma experiência ou um bom conselho para partilhar connosco?

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
9,99 €*
4.81 / 5 16 Opiniões
    44,99 €*
    4.17 / 5 18 Opiniões
      VOLTAR PARA O TOPO