BOXE: COMO VENCER O MEDO DOS GOLPES?

 Como em todos os desportos de combate, no boxe, os golpes fazem parte dos riscos. Mas por vezes, apesar de termos consciência destes riscos, o medo de sofrer um golpe demasiado violento acaba por nos dominar. Quais são os conselhos para combater sem ter receios?

 

As proteções: para se sentir seguro

Quer pratique boxe francês ou boxe inglês, as proteções de combate são indicadas para iniciar-se ou sentir-se seguro.

 

A proteção de dentes faz parte dos equipamentos indispensáveis do praticante boxe. Este equipamento permite efetivamente limitar o impacto de um golpe e evitar partir um dente. Não é fácil encontrar um modelo adaptado ao seu tamanho, pelo que aconselhamos a escolher uma proteção de dentes que possa adaptar-se perfeitamente à sua dentição.

 

As caneleiras são também recomendadas neste desporto de grande impacto, nomeadamente na prática de boxe francês. Concebidas em espuma grossa, permitem protegê-lo a si e ao seu adversário. Quanto ao tamanho, existem 2 critérios a ter em conta: o seu tamanho (do S ao XL) e o comprimento das suas tíbias.

 

As luvas de boxe também fazem parte das proteções indispensáveis. Ao contrário dos combates sem luvas, permitem proteger o adversário dos golpes violentos, bem como as suas mãos de ferimentos.

 

Não esquecer também de proteger os seus atributos mais sensíveis.

Se é homem: existem coquilhas especificamente adaptadas para os desportos de combate. Se é mulher: nada melhor do que uma proteção de peito para a proteger.

 

As dicas do profissional para deixar de ter medo

Outro conselho para aprender a controlar o medo, que não é fácil de pôr em prática: a autoconfiança.

A autoconfiança passa efetivamente pela experiência, mas também pela técnica. Saber adaptar a sua guarda é primordial durante um combate.

 

Para ser eficaz, a guarda deve obedecer a vários imperativos:

 

- ser conservada durante muito tempo

- permitir bater sem balanço, ou seja, sem armar o golpe

- impedir o adversário de atingir as partes sensíveis

- deixar o campo de visão livre ao combatente

 

Gianni Randazzo, praticante de boxe há mais de 10 anos e treinador no Domyos Club, partilha a sua experiência convosco:
 

DOMYOS: Gianni, já sentiste medo de levar um golpe violento em combate?

GIANNI RANDAZZO: «Sim, claro, é por essa razão que treino. Subir para o ringue é um momento crucial e tenho de saber o que irei fazer: como reagir a um ataque, a uma falha no alvo ou ainda a um golpe doloroso.

Aprendi a gerir a minha atitude, o meu olhar, mesmo quando sofro um golpe. Não deixo transparecer nada. Esta forma de gerir o assalto ou o combate permite enfrentar o nosso adversário, a par logicamente da técnica e do fair play, que são fundamentais neste desporto.

Quando o combate termina, é habitual vermos os dois adversários cumprimentarem-se e congratularem-se mutuamente, quando alguns minutos antes estavam «em guerra». Trata-se acima de tudo de um desporto.»

 

DOMYOS: Como é que aprendeste a vencer o medo?

«O treino é o segredo essencial que lhe permite sentir prazer no boxe, é um ciclo virtuoso para a autoconfiança.

Ao treinar, aprendo a controlar a potência dos meus golpes e ganho experiência

Quando domino a técnica, consigo a colocar corretamente os meus golpes, acerto no alvo sem ser atingido.

Quando consigo dominar o assalto ou o combate, a minha autoconfiança cresce e tenho vontade de avançar, de ir mais longe.

O que é interessante e enriquecedor é o facto de, paralelamente a estas pequenas vitórias durante os treinos, vamos todos os dias desenvolvendo a nossa autoconfiança e o nosso estado de espírito. Tomamos consciência das nossas capacidades para controlar os golpes e para nos protegermos dos ataques.»

 

DOMYOS: que conselhos darias aos principiantes?

«Para começar bem, é preciso ser assíduo nos treinos, ser consciente e paciente. A técnica não se adquire necessariamente no primeiro treino. Nada como estudar a vossa técnica de golpes de pés/punhos para a dominar totalmente. Se pretendem criar automatismos e reagir eficazmente face ao vosso adversário, é preferível avançar «devagar, mas de forma segura», como diz o ditado.

 

E para terminar, a confiança nos vossos parceiros durante o treino tem um valor incalculável. Os praticantes de boxe que têm experiência saberão dar retorno. Partilharão a sua experiência convosco.  

DESPORTOS DE COMBATE

Cada vez mais mulheres praticam o boxe, porque permite simultaneamente descontrair-se e esculpir a silhueta. Uma boa escapatória para enfrentar a vida diária com maior serenidade!

VOLTAR PARA O TOPO